Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Voo do Colibri

«O Colibri não é apenas um pássaro qualquer, o seu coração bate 1200 vezes por minuto, bate as suas asas 80 vezes por segundo, se parassem as suas asas de bater, estaria morto em menos de 10 segundos. Não é um pássaro vulgar, é um milagre.»

Master-Splinter-April-Leonardo-Raphael-Donatello-a

 Um dos dias mais felizes da minha infancia foi quando juntei 1.500 escudos e comprei uma tartaruga ninja. Depois comprei um dos mauzões. Nessa altura, já tinha ido ao barracão cercalense a que se chamava cinema, ver Tartarugas Ninja (1990). Fiquei deliciado, claro está. Nunca me esqueci da cena em que Shredder se liberta da lixeira onde está enterrado, erguendo a mão. 21 anos depois do último filme (Tartarugas Ninja 3) chega aos cinemas este Tartarugas Ninja: Heróis Mutantes. Os bonecos, agora feitos a computador, perderam a piada e Megan Fox é uma pálida April O´Neill. As aventuras de Leonardo, Rafael, Michelangelo e Donatello pertecem aos anos 90. Era lá que deviam ter ficado.