Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Voo do Colibri

«O Colibri não é apenas um pássaro qualquer, o seu coração bate 1200 vezes por minuto, bate as suas asas 80 vezes por segundo, se parassem as suas asas de bater, estaria morto em menos de 10 segundos. Não é um pássaro vulgar, é um milagre.»

300 apresentou dois nomes ao mundo: Gerard Butler e Zack Snyder. O primeiro, escocês bem parecido, lançar-se-ia numa bela carreira, misturando comédias românticas como Fintar o Amor (2012) ou PS: I Love You (2007) com filmes de ação como Rock n´Rolla(2008) ou Assalto à Casa Branca (2013). Já Zack Snyder, um dos mais interessantes realizadores dos últimos anos, prosseguiu com uma série de filmes únicos, de visual muito próprio, como Watchmen (2009) ou Sucker Punch (2011), tendo depois realizado Homem de Aço (2013), a última aparição do Super Homem nos cinemas. 300 conta a lenda da Batalha de Termópilas, na qual 300 espartanos terão enfrentado um exército persa com milhares de soldados. Vemos a vida de Leónida, rei de Esparta, desde o nascimento até à morte em batalha. Marcante pelo visual sombrio e técnicas de filmagem inovadoras à data, 300 fica marcado por um punhado de cenas: aquela em que o jovem Leónidas é deixado sozinho numa floresta para se tornar num homem, tendo que matar um lobo, de noite, para voltar a casa; aquela em que os emissários persas são mandados poço abaixo sob o grito "This is Sparta" ou, ainda, o ataque noturno dos Imortais, força especial do exército persa. Um filme único, que vale pelo visual mas, também, pela história de coragem.