Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Voo do Colibri

«O Colibri não é apenas um pássaro qualquer, o seu coração bate 1200 vezes por minuto, bate as suas asas 80 vezes por segundo, se parassem as suas asas de bater, estaria morto em menos de 10 segundos. Não é um pássaro vulgar, é um milagre.»

Ron (Matthew McConaughey) é um texano que vive para os rodeos, apostas, drogas, alcool e sexo. Quando tem um acidente de trabalho, os médicos fazem-lhe análises e descobrem que tem HIV. Estamos em 1985 e Ron reage com incredulidade. Essa é um doença de "maricas", coisa que não só, ele não é, como abomina. Em negação, tenta viver uma vida normal mas, aos poucos começa a perceber que não está bem e faz pesquisa sobre a doença. Decidido a sobreviver, compra ilegalmente uma nova droga experimental e viaja até ao México em busca de salvação. Começa então uma jornada na qual, tenta salvar outros doentes, como ele próprio, usando todas as drogas experimentais a que consegue deitar mão. Para isso cria um clube, no qual cada membro deve pagar 400 dólares que dão direito aos medicamentos. Para além de fazer negócio, torna-se num ativista, contra os grandes laboratórios e defensor dos doentes, vivendo mais sete anos do que era suposto. Baseado numa história verídica, o filme vive da grande interpretação de McConaughey e de Jared Leto, cantor mundialmente conhecido, que regressa ao cinema (fizera, por exemplo, A Vida Não é um Sonho) para fazer de Rayon, um travesti infetado pelo HIV que será o grande apoio de Ron.