Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Voo do Colibri

«O Colibri não é apenas um pássaro qualquer, o seu coração bate 1200 vezes por minuto, bate as suas asas 80 vezes por segundo, se parassem as suas asas de bater, estaria morto em menos de 10 segundos. Não é um pássaro vulgar, é um milagre.»

 

Martin (Willem Defoe) é um mercenário contratado para descobrir o rasto do último Tigre da Tâsmania, supostamente extinto. A sua missão, mandatada por uma empresa privada, é retirar ADN do animal. Para passar despercebido naquela região remota da Austrália, faz-se passar por um professor universitário a estudar os Diabos da Tâsmania e instala-se num quarto alugado na casa de Lucy Armstrong, que vive com os dois filhos. Martin, apesar de aparentemente frio, não consegue resistir às duas crianças, com um pai desaparecido e uma mãe deprimida. Martin tenta, a todo o custo, cumprir a sua missão à medida que se envolve cada vez mais com aquela família e cria desconfiança e ódio por parte dos locais. Um filme sombrio e solitário mas, muito muito interessante.