Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Voo do Colibri

«O Colibri não é apenas um pássaro qualquer, o seu coração bate 1200 vezes por minuto, bate as suas asas 80 vezes por segundo, se parassem as suas asas de bater, estaria morto em menos de 10 segundos. Não é um pássaro vulgar, é um milagre.»

Lars Von Trier  gosta do choque pelo choque. Será esse, temo, o resumo de Ninfomaníaca, filme em duas parte, cuja primeira já se estreou. O resumo é simples. Uma ninfomaníaca (primeiro Stacy Martin e depois Charlotte Gainsbourg ), autodiagnisticada, recorda as suas muitas aventuras e nós, espetadores, vemo-las. Ao projeto, aderiram atores de primeira como Stellan Skasgard, Shia LeBeouf, Jamie Bell ou Uma Thurman, provavelmente atraídos pela loucura de Von Trier. Mas, temo, este é mais um filme vazio e pretensioso como aliás, quase todo o cinema deste dinamarquês com as excepções de Ondas de Paixão (1996)  e até Melancolia (2011).

 

PS: Nota máxima para a máquina de marketing que eleva Von Trier e suas obras.