Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Voo do Colibri

«O Colibri não é apenas um pássaro qualquer, o seu coração bate 1200 vezes por minuto, bate as suas asas 80 vezes por segundo, se parassem as suas asas de bater, estaria morto em menos de 10 segundos. Não é um pássaro vulgar, é um milagre.»

 

 

Michael (Liam Nesson) é um escritor que está a trabalhar na sua nova obra. Para o ajudar, recebe, em Paris, no seu quarto de hotel, Anna (Olivia Wilde), a sua amante e musa, tentando escrever ao mesmo tempo que trabalha numa relação estranha. A mulher (Kim Bassinger) está algures em casa e só a vemos, nas conversas telefónicas.

 

Julia (Mila Kunis) luta para voltar a ver o filho após lhe ter feito algo inconfessável e que nunca sabemos o que foi. A advogada Theresa (Maria Bello) tenta ajudá-la, enquanto o ex-marido James Franco parece ter pena dela.

 

Scott (Adrien Brody) está em Itália sem que saibamos a fazer o quê,  quer ajudar uma estranha a recuperar a filha. A bela Monika (Moran Atias) aparece-lhe à frente num bar e Scott não mais a consegue largar.

 

Um filme feito de histórias que parecem não se tocar nem sequer fazer sentido por si. O fabuloso elenco não disfarça um certo desnorte.