Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Voo do Colibri

«O Colibri não é apenas um pássaro qualquer, o seu coração bate 1200 vezes por minuto, bate as suas asas 80 vezes por segundo, se parassem as suas asas de bater, estaria morto em menos de 10 segundos. Não é um pássaro vulgar, é um milagre.»

22 Fev, 2016

Mustang (2015)

 

 

f66628a10ab358d1638352c69c068787.jpg

No último dia de aulas, cinco irmãs turcas, com idades entre os 13 e os 17 anos, vão até à praia com rapazes. Sempre com os uniformes vestidos, apanham sol, tomam banho e colocam-se às cavalitas deles para brincar na água. Esse último facto, “roçar-se no pescoço dos rapazes” é-lhes fatal. Numa terra de gentes conservadoras, ganham má fama, que só pode ser contrariada com a reclusão em casa, com o uso de roupas que não mostrem nada e com aulas intensas que lhes ensinam a ser esposas exemplares. Privadas de viver no mundo real e já de si limitado de uma pequena aldeia, Lale, Nur, Selma, Ece e Sonay, órfãs, que vivem com a avó e com um tio castrador, só contam umas com as outras, mostrando ter um amor incondicional. Mas, a família mexe-se intensamente para casar as “problemáticas” irmãs e o tio, debaixo da sua capa de guardião dos bons costumes, não se abstém de visitar o quarto das sobrinhas, sempre que possível. Um filme belíssimo, sobre o amor fraternal e as amarras que existem ainda em 2016. As jovens turcas Gunes Sensoy, Doga Zeynep Doguslu, Tugba Sunguroglu, Elit Iscan e Ilayda Akdogan. Deniz Gamze Erguven, também ela atriz, estreia-se nas grandes metragens.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.