Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Voo do Colibri

«O Colibri não é apenas um pássaro qualquer, o seu coração bate 1200 vezes por minuto, bate as suas asas 80 vezes por segundo, se parassem as suas asas de bater, estaria morto em menos de 10 segundos. Não é um pássaro vulgar, é um milagre.»

 

Lembro-me da minha professora de História do oitavo, décimo e décimo primeiro ano, falar deste livro como um dos seus favoritos. Por muito que a admirasse, e admirava, só agora, tantos anos depois me aventuro na sua leitura. Escrita por Donna Woolfolk Cross, a história, em português, já vai na 13.ª edição, tendo a primeira sido de 2000, quatro anos após a edição original.

 

Cross, norte-americana, pesquisou sete anos para escrever a saga de uma jovem inteligente e ambiciosa que se fez passar por homem para entrar para o clero, tendo ascendido até ao topo da hierarquia. Trata-se de uma história não totalmente comprovada mas, a lenda, é, sem dúvida, interessante. Em 2009, a história foi adaptada ao cinema, num filme de fraca qualidade.