Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Voo do Colibri

«O Colibri não é apenas um pássaro qualquer, o seu coração bate 1200 vezes por minuto, bate as suas asas 80 vezes por segundo, se parassem as suas asas de bater, estaria morto em menos de 10 segundos. Não é um pássaro vulgar, é um milagre.»

No sábado dei comigo na FNAC. Peguei neste História de Um Gato e de Um Rato que se Tornaram Amigos e, em cerca de meia hora, li-o. Trata-se de um livro pequeno, com poucas páginas e muitos e bons desenhos. Luís Sepúlveda, escritor chileno que deu ao mundo obras primas como O Velho Que Lia Romances de Amor; Nome de Toureiro, Patagónia Express; Diário de Um Killer Sentimental ou Rosas de Atacama, escreveu uma história com linguagem simples, ao alcance de qualquer pessoa, sobre a amizade. Não é um livro típico seu mas é um belo livro, que vale a pena ler e ver. Conta a história do seu filho Max, a viver na Alemanha, quando era um jovem universitário, e do seu gato Mix. Mix, sozinho em casa durante o dia, acaba por conhecer o rato Mex, fazendo amizade com ele e vivendo algumas aventuras. É o regresso às fábulas, após História de uma Gaivota e do Gato que A Ensinou a Voar.