Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Voo do Colibri

«O Colibri não é apenas um pássaro qualquer, o seu coração bate 1200 vezes por minuto, bate as suas asas 80 vezes por segundo, se parassem as suas asas de bater, estaria morto em menos de 10 segundos. Não é um pássaro vulgar, é um milagre.»

13 Set, 2013

Como Deus Manda

 

Finalizado o genial A Verdade sobre o Caso Harry Quebert, virei-me para este Como Deus Manda, do italiano Niccolò Ammaniti. Conta a história de Cristiano, 13 anos, do pai, Rino e de dois amigos deste que decidem assaltar um banco, tolhidos pelo desemprego que grassa na construção civil, sobretudo, com a concorrência de emigrantes. Este facto, torna o neonazi  e nacionalista Rino ainda mais agressivo e irritado.

Cristiano é uma criança que tem que se tornar adulta ao viver com um pai desiquilibrado (a primeira cena do livro mostra-nos como Cristiano mata um cão a tiro, cujos latidos incomodam o pai) e que, apesar disso, tenta ser uma criança normal que vai à escola e sonha com as raparigas mais populares. Tem vergonha de quando vai a pé para a escola e orgulho de quando consegue escrever uma composição sobre o nazismo, um tema sobre  o qual sabe de mais e tem uma visão destorcida. Não é um bom aluno mas tenta manter uma vida tão normal quanto possível.

Chega o dia em que Rino e os seus dois amigos mais próximos, dois desgraçados, planeiam assaltar um banco e dar um salto na vida....