Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Voo do Colibri

«O Colibri não é apenas um pássaro qualquer, o seu coração bate 1200 vezes por minuto, bate as suas asas 80 vezes por segundo, se parassem as suas asas de bater, estaria morto em menos de 10 segundos. Não é um pássaro vulgar, é um milagre.»

Assisti ao programa de estreia e ao programa de ontem. Sou um apreciador de Ricardo Araújo Pereira, em particular da sua participação no Governo Sombra, onde o humor e o sentido crítico se juntam de forma irresistível. Ora foi com alguma esperança que comecei a ver "Melhor do que Falecer", com alguma esperança que houvesse por ali o mesmo sentido crítico face à realidade. A verdade é que o programa foi uma absoluta desilusão. Os textos são fracos e nem a qualidade de RAP chega para fazer deste um programa a ver. Um mau investimento financeiro da TVi e do tempo de RAP.

14 Abr, 2014

Her (2013)

 

Num futuro não muito distante, Theodore (Joaquin Phoenix) é um escritor solitário, após ter rompido com a mulher, Catherine (Rooney Mara) que levou a filha. Theo descobre a solução para a sua solidão quando compra um novo sistema operativo, que responde pelo nome de Samantha (voz de Scarlett Johansson) e que começa a ganhar um papel central na sua vida. De facto, Samantha parece perceber Theodore como ninguém e ele não hesita em começar uma relação com ela. Algo que parece estranho a toda a gente, menos à sua amiga Amy (Amy Adams) que vive algo semelhante. Uma interessante reflexão de Spike Jonze (O Sítio das Coisas Selvagens ou Queres Ser John Malkovich? ) sobre os limites da nossa relação com a tecnologia e sobre a solidão que a mesma se arrisca a provocar.

Um marco da adolescência, aquele período conturbado em que a desordem emocional se acompanha de dúvidas, e em que a poesia tem um papel de ordenamento cognitivo. E assim, uma clássica narrativa de amor, uma obra incontornável de Shakespeare, com um cenário moderno e com um elenco à medida. Um Leonardo Di Caprio perfeito Romeu, e uma Claire Danes que sem a beleza ideal continha então uma angelicalidade adolescente ideal. Com desempenhos notáveis, como Harold Perrineau no papel de Mercutio, esta é uma refrescante leitura de Romeu e Julieta.

10 Abr, 2014

O Mestre

 

 

É relativamente comum os escritores interessarem-se pelas histórias de colegas que admiram e projetarem as suas vidas em obras que misturam ficção e biografia. Aconteceu, com grande sucesso, quando Michael Cunningham contou, em As Horas, a história de Virginia Woolf ou quando, Michael Lodge contou, em Um Homem de Partes, a história de H. G. Wells. Leio agora, este O Mestre, onde Colm Tóibín, pega na história de Henry James, norte-americano naturalizado inglês, eternamente conhecido por ter escrito Retrato de Uma Senhora.

 

07 Abr, 2014

Last Vegas (2014)

 

Paddy (Robert De Niro); Billy (Michael Douglas); Archie (Morgan Freeman) e Sam (Kevin Kline) são amigos desde os seis anos e, agora, na casa dos 70, voltam a juntar-se para a despedida de solteiro de Billy. Billy, rico e bem sucedido prepara-se para casar com uma jovem de trinta e poucos anos e os amigos, a viver vidas aborrecidas, não perdem a oportunidade para um fim de semana de festa em Las Vegas.

05 Abr, 2014

O Sétimo Selo

Por curiosidade e precisando de uma leitura leve, comecei a folhear O Sétimo Selo de José Rodrigues dos Santos. Esta é uma análise so far. Longe de ser um livro aborrecido, a fórmula é contudo demasiado fácil. Se no imediato o universalismo do estilo Dan Brown é garante de vendas e de interesse editorial, a longo prazo teremos uma geração literária que em favor do mercado se deixou levar pela produção do superficial, da intriga habitué entre potências mundiais com um toque do religioso. 

05 Abr, 2014

Broen/Bron

Produção sueco-dinamarquesa cuja ação decorre entre os dois países, conta-nos a investigação de Martin Rohde e Saga Norén sobre uma série de assassinatos que mexem com a fundação das duas sociedades, os problemas sociais e o interesse policial em função das origens sociais das vítimas. Como toda a produção nórdica, Broen/Bron é de narrativa significativamente lenta mas com uma fotografia forte, com um sentido de realismo vincado e uma atenção aos aspetos psicológicos das personagens, de uma forma profunda que as produções americanas não conseguem alvejar. Ver esta série é um déjà vu da literatura de Mons Kallentoft e Camilla Lackberg.

01 Abr, 2014

Ripper Street

Com um elenco de qualidade, com um cenário que reconstitui a Londres de finais do séc. XIX de forma extraordinária, esta série com o cunho BBC merece todo o destaque e recomendações. Seis meses após o último homicídio de Jack the Ripper, Whitechapel de 1889, é policiada pela divisão H da polícia londrina, com uma equipa peculiar composta por um determinado Detetive-Inspetor Edmund Reid, um Detetive-Sargento Bennet Drake traumatizado pela guerra e um alcoólico cirurgião do exército americano e antigo agente da Pinkerton, Homer Jackson.