Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Voo do Colibri

«O Colibri não é apenas um pássaro qualquer, o seu coração bate 1200 vezes por minuto, bate as suas asas 80 vezes por segundo, se parassem as suas asas de bater, estaria morto em menos de 10 segundos. Não é um pássaro vulgar, é um milagre.»

Melhor do que Falecer

Abril 18, 2014

João Ferreira Dias

Assisti ao programa de estreia e ao programa de ontem. Sou um apreciador de Ricardo Araújo Pereira, em particular da sua participação no Governo Sombra, onde o humor e o sentido crítico se juntam de forma irresistível. Ora foi com alguma esperança que comecei a ver "Melhor do que Falecer", com alguma esperança que houvesse por ali o mesmo sentido crítico face à realidade. A verdade é que o programa foi uma absoluta desilusão. Os textos são fracos e nem a qualidade de RAP chega para fazer deste um programa a ver. Um mau investimento financeiro da TVi e do tempo de RAP.

Her (2013)

Abril 14, 2014

Francisco Chaveiro Reis

 

Num futuro não muito distante, Theodore (Joaquin Phoenix) é um escritor solitário, após ter rompido com a mulher, Catherine (Rooney Mara) que levou a filha. Theo descobre a solução para a sua solidão quando compra um novo sistema operativo, que responde pelo nome de Samantha (voz de Scarlett Johansson) e que começa a ganhar um papel central na sua vida. De facto, Samantha parece perceber Theodore como ninguém e ele não hesita em começar uma relação com ela. Algo que parece estranho a toda a gente, menos à sua amiga Amy (Amy Adams) que vive algo semelhante. Uma interessante reflexão de Spike Jonze (O Sítio das Coisas Selvagens ou Queres Ser John Malkovich? ) sobre os limites da nossa relação com a tecnologia e sobre a solidão que a mesma se arrisca a provocar.

Os filmes de uma Vida | Romeu + Julieta (1996)

Abril 11, 2014

João Ferreira Dias

Um marco da adolescência, aquele período conturbado em que a desordem emocional se acompanha de dúvidas, e em que a poesia tem um papel de ordenamento cognitivo. E assim, uma clássica narrativa de amor, uma obra incontornável de Shakespeare, com um cenário moderno e com um elenco à medida. Um Leonardo Di Caprio perfeito Romeu, e uma Claire Danes que sem a beleza ideal continha então uma angelicalidade adolescente ideal. Com desempenhos notáveis, como Harold Perrineau no papel de Mercutio, esta é uma refrescante leitura de Romeu e Julieta.

O Mestre

Abril 10, 2014

Francisco Chaveiro Reis

 

 

É relativamente comum os escritores interessarem-se pelas histórias de colegas que admiram e projetarem as suas vidas em obras que misturam ficção e biografia. Aconteceu, com grande sucesso, quando Michael Cunningham contou, em As Horas, a história de Virginia Woolf ou quando, Michael Lodge contou, em Um Homem de Partes, a história de H. G. Wells. Leio agora, este O Mestre, onde Colm Tóibín, pega na história de Henry James, norte-americano naturalizado inglês, eternamente conhecido por ter escrito Retrato de Uma Senhora.

 

Last Vegas (2014)

Abril 07, 2014

Francisco Chaveiro Reis

 

Paddy (Robert De Niro); Billy (Michael Douglas); Archie (Morgan Freeman) e Sam (Kevin Kline) são amigos desde os seis anos e, agora, na casa dos 70, voltam a juntar-se para a despedida de solteiro de Billy. Billy, rico e bem sucedido prepara-se para casar com uma jovem de trinta e poucos anos e os amigos, a viver vidas aborrecidas, não perdem a oportunidade para um fim de semana de festa em Las Vegas.

O Sétimo Selo

Abril 05, 2014

João Ferreira Dias

Por curiosidade e precisando de uma leitura leve, comecei a folhear O Sétimo Selo de José Rodrigues dos Santos. Esta é uma análise so far. Longe de ser um livro aborrecido, a fórmula é contudo demasiado fácil. Se no imediato o universalismo do estilo Dan Brown é garante de vendas e de interesse editorial, a longo prazo teremos uma geração literária que em favor do mercado se deixou levar pela produção do superficial, da intriga habitué entre potências mundiais com um toque do religioso. 

Broen/Bron

Abril 05, 2014

João Ferreira Dias

Produção sueco-dinamarquesa cuja ação decorre entre os dois países, conta-nos a investigação de Martin Rohde e Saga Norén sobre uma série de assassinatos que mexem com a fundação das duas sociedades, os problemas sociais e o interesse policial em função das origens sociais das vítimas. Como toda a produção nórdica, Broen/Bron é de narrativa significativamente lenta mas com uma fotografia forte, com um sentido de realismo vincado e uma atenção aos aspetos psicológicos das personagens, de uma forma profunda que as produções americanas não conseguem alvejar. Ver esta série é um déjà vu da literatura de Mons Kallentoft e Camilla Lackberg.

Ripper Street

Abril 01, 2014

João Ferreira Dias

Com um elenco de qualidade, com um cenário que reconstitui a Londres de finais do séc. XIX de forma extraordinária, esta série com o cunho BBC merece todo o destaque e recomendações. Seis meses após o último homicídio de Jack the Ripper, Whitechapel de 1889, é policiada pela divisão H da polícia londrina, com uma equipa peculiar composta por um determinado Detetive-Inspetor Edmund Reid, um Detetive-Sargento Bennet Drake traumatizado pela guerra e um alcoólico cirurgião do exército americano e antigo agente da Pinkerton, Homer Jackson. 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D